sexta-feira, 18 de março de 2011

PERSONALIDADE CRUZALMENSE - Padre Manoel Filho


Coordenador da Pastoral de Comunicação da Arquidiocese de Salvador (PASCOM), padre Manoel Filho, recebeu em Junho de 2010, na Câmara Municipal do Salvador, o título de cidadão soteropolitano.
Manoel de Oliveira Filho nasceu em Cruz das Almas (Ba). Em 1986 veio morar na capital baiana, graduou-se em História na UCSal. E cinco anos depois, entrou para o seminário, sendo ordenado padre em 2000.
Assumiu diversas funções na igreja até descobrir a vocação para as comunicações. É considerado um padre moderno e criativo. Padre Manoel tem um ótimo relacionamento de amizade com alguns artistas, a exemplo dos cantores Manno Góes e Vania Abreu.
Alguns anos atrás ele foi convidado a participar das vinhetas de programação de final de ano da Rede Globo de Televisão, que mostrava exemplos de pessoas que faziam a diferença como seres humanos, foi visto em rede nacional.
Atualmente Padre Manoel é também Delegado Episcopal da Região Pastoral Ascensão do Senhor (CAB – Centro Administrativo da Bahia).

4 comentários:

  1. Eu sou amigo de Mano há muito tempo, fomos colega de sala no Colégio Cruz das Almas, participamos do grupo de jovens Santa Isabel e nos juntavamos para bater papo, ouvir música e cantar, aliás Mano é um grande interprete. Estive com ele há pouco tempo e saímos com amigos para matar a saudade, vida longa para Mano!

    ResponderExcluir
  2. Nossa... fiquei honrado com essa postagem. Meyre Kal faz parte da nossa história, nos bons tempos de juventude em Cruz das Almas.
    Obrigado por essa homenagem.
    Naldo, vc é um grande e querido amigo.

    ResponderExcluir
  3. Um grande abraço a padre Manoel! O conheci pessoalmente neste fim de semana em Bauru/SP, onde esteve apresentando seu trabalho à frente da PASCOM de Salvador. Discorreu brilhantemente sobre "A importância da comunicação para a ação evangelizadora: propostas e iniciativas" em um encontro de formação da PASCOM Diocesana do Bispado de Bauru/SP.
    A todos transmitiu seu amor pela Comunicação, nos passando um entusiasmo contagiante. Além de tudo nos lembrou que devemos ter presente que nossa comunicação deve atingir a todos, ser como em Atos 2,8 - que todos entendam o que divulgamos, falemos a língua de todos. E como Igreja, nunca esquecer que devemos comunicar o que ela é e o que ela faz.
    Obrigado padre Manoel e aguardamos seu retorno para talvez um encontro mais abrangente.
    Julio F. de Almeida.
    PASCOM - São Benedito -Bauru/SP

    ResponderExcluir