segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

PERSONALIDADE CRUZALMENSE – Toinho Fiais ou Kinó - músico, cantor, compositor e integrante da Banda Anacê


O programa jornalístico Bahia Meio Dia, da TV Bahia organizou um concurso de Música de Carnaval 2011. Dentre as composições concorrentes esteve “Alegria tá no ar” composta por Kinó Fiais e Dadinho Magalhães (na interpretação de Kinó Fiais).

Toinho Fiais ou o próprio Kinó, é um grande músico e compositor filho de Cruz das Almas (Ba), e que hoje integra a banda de rock Anacê. Formada por primos e irmãos, a trupe começou o seu trabalho em Cruz das Almas e hoje é sediada em Salvador (Ba).

Além de Toinho na bateria e percussão, a Anacê conta com Candice (voz, violão, guitarra e gaita), Márcio (guitarra, violão e vocais), Felipe (teclados e vocais) e Flavio (baixo e vocais). Em 2003 iniciaram a caminhada profissional em Cruz das Almas apresentando a primeira música autoral.

Meyre Kal e Toinho Fiais são grandes amigos, inclusive, a canção da Beiju de Coco “Te quero muito mais” foi composta por Toinho Fiais (Kinó) e Jota Silveira.
BANDA ANACÊ

Para conhecer melhor o trabalho da Anacê, veja o site da banda: www.anace.com.br

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

PERSONALIDADE CRUZALMENSE – Sergynho, vocalista da banda Pimenta N’ativa


O cantor Sergynho nasceu em 10 de Agosto de 1970 em Cruz das Almas (BA), e foi batizado com o nome de Sérgio Barbosa Ribeiro, sempre foi considerado um dos maiores puxadores de trio elétrico da Bahia e interpreta de forma ímpar canções do axé music, além de ter enveredado pela sendo do empresariado também.

Os ouvidos mais atentos e que viviam em Cruz das Almas no início da década de 90 vão lembrar que um dos jingles políticos de maior sucesso de campanhas para prefeitos de Cruz das Almas, foi o que tinha os seguintes versos em seu refrão: “Um grito de liberdade / Liberdade para um grito / O povo já decidiu / Que só vota em Carmelito”. Esse jingle foi gravado com a voz de Sergynho para a campanha de Carmelito Barbosa Alves, que veio a se tornar prefeito pela terceira vez do município (gestão de 1993 à 1996).

Sergynho fez a Pimenta N'ativa ser sucesso em todo o Brasil, emplacou grandes hits.
Em 2003, deixou a banda (que teve os vocais assumido pelo cantor Kiko Salli), e formou a Banda Maria Joaquina. Em 2009 retornou seu trabalho com a Cheiro Produções, reassumindo os vocais da Banda Pimenta N'ativa. Antes da Pimenta, foi vocalista das bandas Papa Léguas e Cheiro de Amor, junto com a cantora Márcia Freire.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

MEYRE KAL e ALANA SENA


A cantora Meyre kal e a instrumentista e, também cantora, Alana Sena estarão se apresentando no próximo sábado, dia 19/02, às 21h, no Restaurante e Pastelaria Chalé de Barro.
Será uma noite reservada para os apreciadores da MPB, que poderão se deliciar com os acordes melodiosos do violão de Alana Sena e com a doçura e afinação da voz de Meyre Kal. No repertório grandes sucessos da música brasileira e de seus compositores.

O que: Show de Meyre Kal e Alana Sena
Quando: 19 de fevereiro de 2011 (sábado)
Onde: Restaurante e Pastelaria Chalé de Barro (Pça. Senador Themístocles, em frente a Igreja Matriz, Cruz das Almas - BA)
Informações: (75) 3621-9430 (Chalé de Barro)

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Frutos da Utopia apresenta: O Santo Inquérito - Dias Gomes

Peça dirigida por Ney dos Santos. O Santo Inquérito, de Dias Gomes, já foi montada outras vezes, por outros diretores, mas a peculiaridade do Frutos da Utopia está justamente na montagem, a exemplo da personagem Branca que é interpretada por duas atrizes: Jully Costa e Géssica Nascimento.

Uma peça um tanto quanto polêmica, mas que fala de uma parte da nossa história sem falsas máscaras. Denúncia? NÃO! Pois já sabemos o passado escuro do qual trata a peça. Reflexão. SIM! Ao longo do texto vamos descobrindo alguns valores morais e como eles podem ser interpretados de acordo com a formação de cada um.

Saiba um pouco mais sobre a peça

A história se passa no ano de 1750, no nordeste brasileiro, estado da Paraíba-PB. Branca Dias era uma menina ingênua que morava com seu pai. Pretendia se casar com seu noivo Augusto Coutinho, e ter muitos filhos. Mas depois de conhecer o padre Bernardo a história mudou de totalmente. De uma forma magistral, o autor mostra como através de um ato solidário e sem malícia, aonde Branca salva o padre Bernardo depois de um afogamento com uma respiração boca-a-boca, a personagem chega ao Braço Secular.

Ao longo da trama, Dias Gomes trata a parte da história que revela os feitos da igreja católica à época – A santa Inquisição –, ao mesmo tempo em que desvenda alguns mistérios puramente humanos – a perda da inocência, a descoberta do medo, as várias interpretações do mundo.

História, amor, sentimentos humanos... são temas desse drama que vai desde o riso – com a doce inocência de Branca –, ao choro com a injustiça cometida e o amor puro do par romântico.
O que: Peça Teatral O Santo Inquérito
Quando: 13 e 20 de fevereiro, às 18:30h
Onde: Partenon - Ao lado da Prefeitura Municipal - Governador Mangabeira Quanto:3,00