quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Capa do Jornal A Tarde destaca Fabiana Murer, orgulho; Jaqueline Roriz, vergonha!
















A capa da edição impressa do jornal A TARDE desta quarta-feira, 31, foi considerada por leitores e profissionais de imprensa como a que melhor representou o sentimento dos brasileiros diante do contraste de dois brasis: o que dá orgulho e o que envergonha.
De um lado, o país de Fabiana Murer, do salto com varas e da conquista da primeira medalha de ouro num Mundial de Atletismo. Do outro, a absolvição pela Câmara Federal da deputada Jaqueline Roriz (PMN-SP), que recebeu dinheiro de Durval Barbosa no caso conhecido como Mensalão do DEM.
Marcelo Tas, apresentador do CQC da Band, postou em seus blog e microblog (http://blogdotas.terra.com.br/2011/08/31/melhor-capa-do-dia/): “Melhor capa de jornal desta quarta: A Tarde”.
A constatação repercutiu entre seus mais de dois milhões de seguidores e 268 comentaram o post, inclusive o cartunista e criador da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa. Ele acrescentou o seguinte comentário: “...de lágrimas correrem...”. Segundo o site Topsy, pelo menos 54 blogs reproduziram a capa em todo o Brasil.
O blog especializado Midia Mundo.com (http://www.midiamundo.com/2011/08/edicao-nota-10.html), de Eduardo Tessler, diretor para o Brasil da Innovation Media Consulting, classificou o trabalho de “Nota 10”. Ao lado da reprodução da capa, o texto: “A grande ideia do dia é do jornal A Tarde. A relação da medalha de Fabiana Murer com a absolvição de Jaqueline Roriz é perfeita. Mesmo corte de foto, mesmo fundo preto e fonte amarela, excelente jogo de palavras. Genial!”.
Confecção - O trabalho foi realizado por Paulo Oliveira, secretário de Redação, Vado Santos e Axel Augusto, coordenador e supervisor de Arte, respectivamente, e Carlos Casaes, coordenador de Fotografia.
A capa estava desenhada com uma grande e bela foto de Murer . “Por volta das 21h, após a votação que inocentou a Jaqueline Roriz, tive a ideia de usar a foto das duas e expressar o sentimento dos leitores com cada situação – orgulho e vergonha”, conta Oliveira. “Os títulos saíram de primeira – depois percebi que tinham o mesmo número de toques – e a simetria entre títulos e textos deu mais força à comparação”, diz.
Para Vado Alves, foi um exemplo de ‘garimpo’: “Você sempre procura a notícia, mas nem sempre acha o ouro. Quando acha, tem que ter ousadia para publicá-lo bem”. Já Axel Augusto diz que é “muito bom ter o trabalho reconhecido, ver repercutir nos sites o acerto visual que condiz com a proposta editorial”.

“A capa é excelente porque vai além da preocupação de noticiar, ela interpreta os acontecimentos por meio da contraposição dos fatos. Carrega sentimento e emoção para dentro do noticiário", avalia o editor-chefe de A TARDE, Ricardo Mendes.

Vítor Rocha (A Tarde On Line - 31/08/11)

Nenhum comentário:

Postar um comentário