terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Riachão é tema de livro infantojuvenil escrito pela cantora Vania Abreu


O sambista Riachão é a nova personalidade baiana homenageada pela coleção infantojuvenil Eu Vim da Bahia. O livro, Eu e meu lugar, marca a estreia da cantora Vania Abreu como escritora. A publicação tem noite de autógrafos, na próxima quinta-feira (9), às 19h, no estande da editora, no piso L1 do Shopping Barra. Além de tarde de autógrafos no domingo (12), a partir das 15h, no Mercado Iaô, na Ribeira. Nos dois momentos, o público contará com a presença do próprio Riachão. O livro, ilustrado pelo artista plástico Mike San Chagas, não é uma biografia tradicional, pois mistura ficção e histórias da vida do sambista. A publicação foi impressa em papel sintético produzido a partir de plásticos reciclados pós-consumo, assim os demais livros da série.

Com uma carreira consolidada na música, Vania Abreu estreia como escritora homenageando o sambista Riachão e contando uma história que fala sobre a importância das pessoas conhecerem e se identificarem com a cultura e a história dos lugares onde vivem. “A experiência de escrever Eu e meu lugar foi enriquecedora. Um convite literário que veio de encontro ao desejo de dizer outras coisas que não cabem na música e que haviam surgido junto ao trabalho musical que havia feito com Riachão”, explica a cantora. “Estou muito emocionada, engrandecia e muito feliz de ter feito esse trabalho, mais até do que ter lançado um disco (risos), apesar de não ter pretensão de me tornar uma escritora, estou muito feliz e realizada de ter aceitado o convite de escrever sobre alguém que eu sou fã e admiro”, conclui.

O livro tem edição pela Caramurê Publicações e patrocínio da Braskem e do Governo do Estado da Bahia, através do Programa Estadual de Incentivo à Cultura, o Fazcultura, das Secretarias da Fazenda e de Cultura do Estado. Segundo o superintendente de Promoção Cultural da Secult, Alexandre Simões, o Fazcultura concede benefícios fiscais no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) para empresas que queiram investir nas diversas atividades culturais no Estado. “A dimensão econômica dessa atividade é fundamental porque movimenta as cadeias produtivas. O segmento da música, por exemplo, é uma cadeia que se relaciona com o turismo e atrai para a Bahia, a partir destas expressões artísticas, pessoas que geram renda e distribuem riquezas”. Segundo Vania Abreu, essa parceria entre o governo e a iniciativa privada é um encontro ideal. “Não dá pra separar as pessoas do Estado e das empresas. E reunir essas simbologias para gerar produtos como esse, que agregam cultura às pessoas é algo que deve durar. Pois acredito que a cultura transforma as pessoas em seres humanos melhores” ressalta.

Eu vim da Bahia
Eu e meu lugar é o sétimo livro da coleção Eu vim da Bahia, lançada em 2015 pela Caramurê Publicações. Os livros anteriores retratam personalidades como: Anísio Teixeira, Ana Nery, Castro Alves, Milton Santos, Theodoro Sampaio e Tia Ciata. “Após o lançamento desta coleção pudemos perceber o quanto é necessário o resgate dessas personalidades, que muitas vezes não tem o devido reconhecimento do grande público”, ressalta Fernando Oberlaender, editor da Caramurê Publicações.

Ele lembra, ainda, que os livros do Eu Vim da Bahia já foram adotados em várias escolas particulares e despertam no leitor a importância de valorizar a cultura do estado, que vai além do folclórico e do turístico. “Também o fato de ser impresso em plástico reciclado provoca no jovem uma consciência ambiental fundamental neste momento da humanidade”, afirma Oberlaender.

O gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia, Hélio Tourinho, explica que faz parte da estratégia de atuação social da empresa o apoio à cultura e às artes, como forma de contribuição para o desenvolvimento humano. “Ao patrocinarmos a coleção infanto-juvenil Eu Vim da Bahia, a Braskem espera contribuir para expandir o acesso do público baiano às histórias de importantes personalidades do Estado, além de difundir a utilização do Vitopaper®, um papel inovador produzido a partir de plástico reciclado pós-consumo”, ressalta.

FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.


SERVIÇOS
Lançamento do livro Eu e meu lugar, de Vania Abreu
Coleção: Eu vim da Bahia
Noite de autógrafos: quinta-feira, dia 9/02, às 19h,
Local: estande da Caramurê Publicações, no Piso L1 do Shopping Barra
Tarde de autógrafos: domingo, dia 12/02, das 15 às 17h
Local: Mercado Iaô, na Ribeira
Páginas: 32
Valor: R$ 34,00
Vendas: No estande da Caramurê no Shopping Barra. Depois do lançamento nas livrarias da cidade.

Fote: http://www.cultura.ba.gov.br/2017/02/12952/Riachao-e-tema-de-livro-infantojuvenil-escrito-pela-cantora-Vania-Abreu.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário